Chás, infusões e blends, qual a diferença?

Você sabia que o chá de camomila na verdade não é chá? É comum confundirmos infusões famosas com chá, mas chá denomina apenas as infusões da planta Camellia Sinensis. Nesse artigo vamos ensinar como é feita a classificação correta do que é chá, blend e infusões.

É muito comum ouvir falar em chá de camomila e chá de erva-doce. Mas você sabia que nenhum deles é chá? Então nesse post vamos explicar a diferença entre chá, infusão e blend.

Chás

Só é considerado chá a bebida que vem de uma planta chamada Camellia Sinensis, que tem origem na Ásia. O chá verde, o chá branco, o chá preto, o chá azul (oolong), o chá amarelo e o dark tea (como o pu-erh) vêm todos das folhas desta mesma planta, a diferença entre eles está na forma em que as folhas são processadas. Em outros posts vamos falar de cada um, e de seus benefícios, em especial. Mas todos eles são considerados chás.

Xícara com chá Oolong em uma mesa de madeira com uma colher com ervas.

Chá Oolong

Infusões

Camomila, maçã, cidreira, gengibre, capim-limão e outras tantas variações popularmente chamadas de chás são, na verdade, infusões. Ou seja, o que não pode ser considerado chá por não ser proveniente da Camellia Sinensis, é chamado de infusão. Infusão também é o processo de imersão de ervas, plantas, folhas, raízes e frutas na água quente. Na Moncloa as infusões são facilmente identificadas pela cor das latas. As latinhas amarelas trazem as infusões herbais, enquanto as laranjas trazem as frutadas, como o Fresh Blossom que é feito com morango, hibisco, abacaxi e maracujá. As latinhas roxas da Moncloa trazem os blends com Rooibos (originário de planta da África do Sul) e a marrom o nosso conhecido mate.

Infusão de Camomila em uma xícara. Várias flores de Camomila também compõem a imagem.

Infusão de Camomila

Blends

Aí entramos em outra questão bem comum. O que são blends? E qual a diferença deles para os chás de origem? Os blends são misturas de chás com frutas, especiarias ou flores, por exemplo, cuidadosamente selecionados para preparar uma bebida harmonizada, com bastante sabor e corpo. Como por exemplo o Toronto Nights (chá branco, chá verde, capim-limão, laranja, rosa mosqueta, canela e amêndoas), um dos blends mais vendidos da Moncloa. Já os chás de origem são puros, feitos sem misturas ou elementos agregados como o Darjeeling, por exemplo, um chá preto super especial proveniente da região de mesmo nome, na Índia.

Chaleira com diversas frutas e chá

Blend de chá e frutas – Foto por Cole Hutson.

Chá puro e chá de origem

Vale também entrar em outra questão aqui: todo chá de origem é puro, mas nem todo chá puro é de origem. O que acontece é que o chá de origem tem que ser de uma determinada região, como o já citado Darjeeling, o Assam, Ceylon, Pu-Ehr, etc… Já os chás puros são chás sem mistura e não possuem um certificado de origem, algo similar ao que acontece com o champagne e o espumante. O nosso Sencha Decaf, por exemplo, é um chá puro.

Xícara de vidro com o chá Ceylon em uma mesa de madeira com ervas, limão e açúcar.

Chá Ceylon

Leia também

Equipe Moncloa Profissionais Moncloa

A equipe Moncloa é formada por profissionais de diversas áreas, são tea sommeliers, jornalistas, gestores, mas todos tem uma paixão que os une: chás. Eles trarão curiosidades, informações e as novidades mais quentinhas do mundo dos chás.

Comentários